domingo, 6 de março de 2011

Coração verde e amarelo (Verde y amarillo el corazón)


Roberto era só mais um agente de segurança do aeroporto de Madri. Trabalhava lá a mais de sete anos e nunca deixou de seguir uma recomendação.
E naquele dia, recebeu uma ordem eminente do chefe de repatriação:

-Todos os brasileiros que tiverem um mínimo de irregularidade não devem entrar, quero o maior numero de latínos possíveis voltando para seus países, isso significa uma triagem bem rigorosa, então conto com vocês para uma fiscalização sem precedentes.

O que acontecia na verdade, e isso até os agentes de segurança sabiam, era que o governo espanhol decidiu intensificar a fiscalização de imigrantes na Espanha, com a justificativa de que os mesmos estariam roubando empregos e condições de cidadoes espanhóis, pois os latinos, principalmente brasileiros, aceitavam trabalhar em condições inferiores, com menores salários, sendo assim, um novo problema na distribuição de renda da Espanha.
Roberto também achava os brasileiros um fardo para a Espanha, e no fundo de seu coração gostou daquela ordem, se empenharia o máximo pra seguir a risca a recomendação.
E assim foi aquele dia, ele,  junto com outros seis agentes, deixaram 30 brasileiros em uma sala apertada, sem cadeiras, durante 12 horas até repatriar, ou seja, deportar alguns viajantes que, segundo eles, estavam com condição irregular no seu país.
   As condições? Não comunicação com empresas de cartão de crédito, e “hospedagem” barata demais para imigrantes, junto com outros motivos que na visão de qualquer outro departamento de fiscalização de embarque, não são suficientes para barrar quem viaja de um país para outro. Entre os trinta brasileiros que estavam aguardando, estava Kaue, um publicitário que faria uma Ação em Madri,  e depois seguiria para Portugal.
Quando liberados, todos os brasileiros retornaram,  mas Kaue resistiu  de certo modo. Então os agentes o pegaram pelo braço, e o levaram a força até a plataforma de embarque.
Antes de sair, Kaue olhou para Roberto e com todas as forças de alguém que diz a verdade, comentou em espanhol:

-Hoje vocês fazem isso porque não nos respeitam, daqui a vinte anos, seremos exportadores de água potável para toda a Europa, e esse tipo de coisa culminaria na demissão de alguém. Só pra constar, to louco pra voltar para o Brasil, e só vim nessa merda de país preconceituoso pra resolver pendências... se olhar os arquivos da C.i.a e de todos os órgãos competentes vocês verão que seremos a próxima  superpotência, então pensem nas coisas que vocês estão fazendo !

Saiu depois escoltado pelos agentes.
Roberto terminou sua jornada de trabalho e seguiu para sua casa. Era estranho mais começou  a pensar nas palavras do brasileiro:
“- Daqui a alguns anos seremos superpotência.... pensem no que estão fazendo!”
Era como um música na sua cabeça que não parava de tocar. Sentou-se em frente ao computador e começou a pesquisar na internet, achando as seguintes informações: 
“O crescimento de 5,4% do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro em 2007 e sua pujança como produtor de matérias-primas. O crescimento da economia brasileira, o controle da inflação, o fim da dívida externa e a democratização. O bom momento da economia brasileira é reflexo também, segundo a Economist, do alto preço das commodities.”

 E também pesquisou sobre o que o brasileiro disse sobre a água: 

O Brasil tem, provavelmente, as maiores reservas de água do mundo. Estas reservas estão distribuídas em todo o Território Nacional. O mapeamento dos principais mananciais subterrâneos do Brasil deve ser uma prioridade. No futuro as disputas comerciais terão peso e o Brasil pode se tornar a maior superpotência de todos os tempos!
Foi dormir com aquilo na cabeça.....

Logo que acordou, ligou para o amigo Rubens:
- Rubens, vou para o Brasil, preciso que você me ajude com algumas coisas...

Dois dias depois pediu as contas e juntou as economias de 20 anos, e sem hesitar, partiu para solo brasileiro, mais especificamente Rio de janeiro. Parecia meio repentino, mas fazia todo o sentido racionalmente, assim, conseguiu uma licença para trabalhar em nosso país, não tendo empecilhos burocráticos como imigrante, justamente o contrário do que acontecia com os brasileiros.
Mudou-se para o bairro do Flamengo, onde tinha comprado uma casinha relativamente humilde, e começou a trabalhar em uma transportadora (onde falar espanhol ajudava)  estabilizando-se em apenas quatro meses. Já era querido pelos vizinhos que o apelidaram de espanhol.
Começou a viajar pelo Brasil nas férias, conheceu vários estados, e ficou deslumbrado com a beleza do nosso país. Em uma dessas viagens conheceu a Rita, uma mulata pra lá de exuberante, com quem casou dois anos depois. Em cada lugar que passava notava que era bem tratado, que o povo do Brasil mesmo com todas as dificuldades, sempre tinha um sorriso e a vontade de superar obstáculos. Estava feliz, era como se tivesse encontrado um lugar para qual sempre foi destinado.
Então começou a se lembrar de tudo que o movera até ali, da discussão no aeroporto, daquele brasileiro, de como as coisas funcionam pra que tenhamos de tomar certas atitudes.
Olhou para cima, e pediu a Deus:

-Queria a chance de dizer a aquele homem que eu estava enganado! Eu amo o Brasil, não importa o que ele vai ser no futuro, eu amo o Brasil de hoje.... Então meu Deus, me conceda a chance de encontrá-lo de novo, e pedir perdão por toda a frieza daquele dia!

E assim continuou sua vida feliz no em solo tupiniquim.
   Passaram dez anos desde isso, Roberto crescera na empresa, agora precisava voltar à Espanha para estabelecer novos contatos comerciais. Fora isso tinha um amistoso que queria assistir ”Brasil e Espanha” ao vivo de Madri, mostrar as fotos a amigos antigos e matar saudades dos pais, e claro, apresentar Rita, o grande amor de sua vida.
Na Espanha, amigos e parentes ficaram felizes com o entusiasmo de Roberto, que contagiava a todos. Alguns até cogitaram vir para o Brasil também, e tudo corria até melhor que o planejado por nosso protagonista.

No seu penúltimo dia na Europa já louco pra voltar para as praias brasileiras, Roberto foi assistir a Brasil e Espanha, e ao entrar no estádio ficou surpreso com as palmas para a seleção brasileira quando esta entrou em campo.
Talvez algumas coisas tivessem mudado por ali, porque afinal, já faz 10 anos desde então. Nisso ao comprar um burrito esbarrou com um cara, e sem olhar pediu perdão, mais quando percebeu em quem tinha batido, perdeu o ar, e a fala..... Kaue, o brasileiro do aeroporto estava bem ali na frente dele, depois de 10 anos, em um Brasil e Espanha.
Olhou para cima e em voz baixa disse “obrigado”.
   Kaue também reconheceu Roberto, afinal aquela vez em que foi barrado foi sua primeira vez na naquele país, e situações ruins são difíceis de apagar.
Então Roberto lhe disse:

 - Acho que ainda se lembra, não?
- Como poderia esquecer? Disse Kaue
- Bem acho que tem uma boa maneira de me desculpar... me da um minuto ?

Kaue achou estranho, mas esperou a reação de Roberto, que tirou uma camisa do Brasil da mochila e vestiu naquele momento por cima da que estava vestindo..

- Perai? Você não é espanhol ? perguntou Kaue.

- Eu nasci na Espanha, mas meu coração é verde amarelo! parte disso graças a você !

Depois de tudo explicado, no intervalo do jogo de forma bem rápida, Kaue concedeu o perdão a Roberto, mas apesar daquela historia fascinante não se conformava com um espanhol levantando no meio de outros 10.000 espanhois gritando:

- Vai Ronaldo  !!!!!



Até a próxima postagem

57 comentários:

  1. Serran meu amigo, que texto legal esse aqui.
    Sabe, acho que nem os brasileiros sabem de como poderemos ser importantes para o mundo daqui a alguns anos. O problema é se alguém não vai dar um jeito de nos vender antes disso. Vc sabia que nas escolas americanas ensina-se que a Amazonia é um território internacional??? Então amigo... Temos que abrir nossos olhos.

    Obrigado por comentar no blog, atualizei agora passa lá.

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pelo blog
    Forte abraço
    Lucyano Jorge
    http://cinemaparceirodaeducacao.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Muito interessante e curioso o texto. Prova que o futebol une as nações e principalmente quando este futebol é o brasileiro.

    http://duo-postal.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Os próprios brasileiros n abrem a boca pra "crescer" o Brasil.. nao posso esperar nem exigir nada dos outros =(
    quem tem q mudar somos noss

    ResponderExcluir
  5. E´importante ver o Brasil como ele realmente vai ser...seu texto nos mostra o amor que o brasileiro deve ter pelo seu pais, e mostrar de forma unica a potencia em que o Brasil pode se tornar....

    Na minha experiencia na camara dos deputados, eu pude ver os cidadãos mostrando que o Brasil é feio e que as coisa não dão certo...mas gente que nem vc pode resolver !

    vou indicar seu blog !
    abraço

    ResponderExcluir
  6. interessante a o texto...e com certeza o brasil tem tudo para ser uma potencia...so precisamos saber como chegar la...

    ResponderExcluir
  7. Victor,
    o início da tua crônica foi bem real para mim. Me vi em 2002, no aeroporto de Barajas em Madrid, sob olhares nada amistosos..."preguntas y más preguntas"...
    Mas pelo conteúdo bem farto, poderia até ter dividido a história em duas partes.
    Mas com certeza o Brasil tem uma potência natural, de anos para cá as coisas deram uma melhorada no que tange a economia, principalmente, mas sempre tem questões complexas que nunca são resolvidas.
    Mas quer sentir saudades do Brasil? Vai pra Espanha, ou outro país. Samba, carnaval, até o que a gente não gosta, esses são os meus exemplos, sentimos saudades.
    Quanto as dedicatórias, simples, vamos fazer assim, você faz, depois eu faço rsrsrsrs (interesseira) rsrsrsrs
    Beijos
    Humoremconto
    http://anaceciliaromeu.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Que belo texto! Ah! Meu Brasil, meu Brasil brasileiro que tanto amo...Não há lugar como aqui, e este texto se torna uma homenagem. Parabéns! Grande abraço!

    ResponderExcluir
  9. Nossa, estou de passagem no seu blog, e achei super interessante este post. está de parabens. estou seguindo aqui. espero o mesmo. obrigada. Isis

    ResponderExcluir
  10. Nossa, estou de passagem no seu blog, e achei super interessante este post. está de parabens. estou seguindo aqui. espero o mesmo. obrigada. Isis

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Muito bom o texto e muito bom o blog! Gostei particularmente dobackground...dá aquela sensação secreta que tenho de ir para a estratosfera e observar nosso mundo do vazio...

    estou te seguindo, se possível, me siga tambem ^^.

    http://www.empadinhafrita.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Arrependimento de um passado ex-patriota... ah cara, como esse país está crescendo é um mistério, sabe? Mas, trabalhemos com fatos, e não com histórias. As histórias arruinam qualquer estatística.

    Abraço! ;)

    http://anpulheta.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Fala Victor,
    Nunca fui à Europa, portanto fica difícil ter uma opinião particular à respeito do que acontece. Mas diante de reportagens e conversas com amigos sobre isso, realmente alguns reclamar bastante do modo como são tratados ao chegarem em alguns países. De alguma forma, acho que realmente é necessário fazer uma pequena investigação. Isso pode deixar a pessoa constrangida, mas é uma questão que precisa ser discutida de forma mais ampla.
    Arbitrariedade não! Isso é óbvio. Mas há perguntas que realmente precisam ser feitas.
    Meu caro, muito obrigado pelas palavras lá no blog.
    Um grande abraço e ótima semana.

    ResponderExcluir
  14. "- Eu nasci na Espanha, mas meu coração é verde amarelo! parte disso graças a você !"

    Nascer num determinado local,realmente não concede à ninguem o amor patriota.Adorei a forma como vc nos lembrou,nesse texto,como nosso país é maravilhoso :)
    bjsss

    ResponderExcluir
  15. Por um instante inicial, pensei que se tratasse de uma ironia ao jogador Roberto Carlos que recebeu cidadania espanhola. Mas não... esse Roberto é espanhol, e não foi naturalizado, pois é um espanhol nascido na Espanha. Seu texto texto poderia ser "classificado" como uma manifestação ufânica, de exaltação desmedida à terrinha brasileira, como as canções do exílio do Golçalves Dias. Mas ao contrário de um suposto ufanismo, versou com uma categoria inegável, alinhavando com sobriedade que o apelido de "emergente", não é só um dado estatístico ou uma nome jocoso e pejorativo atribuído pelas super-potências. Muitos estrangeiros que vem visitar, ficam! Esses dados são reais, sobre a fonte de água potável, o crescimento do produto interno bruto, as exportações de matérias-primas - tivemos inclusive um presidente advindo de uma siderúrgica, fundamental na exportação do minério de ferro -, a quitação da dívida externa com o fundo monetário internacional e a redemocratização.
    A Europa ainda tem um forte traço de caráter submetido à questão da xenofobia, pois o tradicionalismo desses países superam os afores econômicos. Já os EUA, neoliberais assíduos, "respeitam" qualquer manifestação cultural, com a condição que o estrangeiro esteja inserido no mercado de trabalho formal, fazendo a roda do capitalismo girar. E para isso, chegam ao ponto de permitirem a venda de velas e santos para nenhum candomblecista botar defeito. rs... Adorei seu texto, amigo. Como sempre você é sensacional em seus argumentos! Abraços...

    ResponderExcluir
  16. Por um instante inicial, pensei que se tratasse de uma ironia ao jogador Roberto Carlos que recebeu cidadania espanhola. Mas não... esse Roberto é espanhol, e não foi naturalizado, pois é um espanhol nascido na Espanha. Seu texto texto poderia ser "classificado" como uma manifestação ufânica, de exaltação desmedida à terrinha brasileira, como as canções do exílio do Golçalves Dias. Mas ao contrário de um suposto ufanismo, versou com uma categoria inegável, alinhavando com sobriedade que o apelido de "emergente", não é só um dado estatístico ou uma nome jocoso e pejorativo atribuído pelas super-potências. Muitos estrangeiros que vem visitar, ficam! Esses dados são reais, sobre a fonte de água potável, o crescimento do produto interno bruto, as exportações de matérias-primas - tivemos inclusive um presidente advindo de uma siderúrgica, fundamental na exportação do minério de ferro -, a quitação da dívida externa com o fundo monetário internacional e a redemocratização.
    A Europa ainda tem um forte traço de caráter submetido à questão da xenofobia, pois o tradicionalismo desses países superam os afores econômicos. Já os EUA, neoliberais assíduos, "respeitam" qualquer manifestação cultural, com a condição que o estrangeiro esteja inserido no mercado de trabalho formal, fazendo a roda do capitalismo girar. E para isso, chegam ao ponto de permitirem a venda de velas e santos para nenhum candomblecista botar defeito. rs... Adorei seu texto, amigo. Como sempre você é sensacional em seus argumentos! Abraços...

    ResponderExcluir
  17. Muito bom o texto man! Estava relaxando o carnaval, esoparirecendo as idéias e pensando em novos textos. O Brasil ainda é o país do futuro. Sonho com o dia em que extinguiremos de vez esse câncer chamado corrupção. Só assim caminharemos para sermos a próxima potência.

    ResponderExcluir
  18. postagem bem interessante ...muito bom;;;

    ResponderExcluir
  19. Interessante o texto!
    Seguindo! Siga o meu blog tbém:
    http://monologosdaju.blogspot.com/
    Obrigada!

    ResponderExcluir
  20. To Seguindo Voocê, Me Segue Tbbm? Pfv? http://streetfilmesjogos.blogspot.com/

    Boom Blog O Seeu.

    ResponderExcluir
  21. Só se for por causa da água mesmo....rsrsrs
    Belo blog



    www.bigodaostudio.blogspot.com

    ResponderExcluir
  22. parabens pelo blog,mto legal o post.

    ResponderExcluir
  23. apesar de longo, legal o texto! apesar de nao ser mt patriota, prefiro acreditar que é um país q tem mt para crescer

    ResponderExcluir
  24. Dimaissss... to seguindo,, segue eu....

    Música, partituras, teoria musicas, papel de parede......


    http://explicamusic.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  25. Parabens pelo blog *-*
    estou seguindo ta .
    beijos :*

    ResponderExcluir
  26. Gostei do tema...

    Estou por aqui e comentando Viiiii

    Beijoooos

    http://essataldialetica.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  27. Olá menino
    Seu texto é ótimo, mas por incrível que pareça, até hoje a imigração espanhola está pegando pesado com os brasileiros, de forma humilhante são tratados como marginais, minha prima passou por isso a bem pouco tempo.
    Bjux

    ResponderExcluir
  28. Ola tu do bem
    sei velho muito brasileiro de mais
    mas vc escreve bem

    http://www.leandrodemorais.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  29. o Brasil é o que há de melhor!

    lindo texto!

    http://manuscritoperdido.blogspot.com

    ResponderExcluir
  30. Muito massa essa crônica. Quem conhece o Brasil não tem como não se apaixonar!
    Muito bom o blog! d+...
    gostei muito mesmo
    tou seguindo já. visita aí o CQCnet. Siga e deixe um comentário se gostar!
    cqcnet.blogspot.com

    ResponderExcluir
  31. To Seguindo Voocê, Me Segue Tbbm? Pfv? http://streetfilmesjogos.blogspot.com/

    Boom Blog O Seeu.

    ResponderExcluir
  32. gostei mto do tema do blog
    vou visitar mais vezes


    http://www.bajseries.cz.cc/ (novo dominio)

    ResponderExcluir
  33. Tomara que algum dia o Brasil chegue a ser um pais Desenvolvido , uma GRANDE potencia mundial, todos estamos torcendo por isso :D

    ResponderExcluir
  34. Por que tem tanta gente que reclama do tamanho dos textos? Pessoal estranho! Se não quer ler, o que está fazendo num blog? Esse povo é minimamente peculiar! rs...

    ResponderExcluir
  35. Muito bem escrito o post você tem talento parabéns!

    ResponderExcluir
  36. Olá! Vim visitá-lo e encontrei um belo texto. Parabéns! E esse Roberto é mais brasileiro que muito legítimo por aí,rs.
    Abçs.

    ResponderExcluir
  37. E vou seguí-lo. Será interessante ler seus textos. Caso queira dar uma olhada http://universovonserran.blogspot.com

    ResponderExcluir
  38. http://intemperiesdavida.blogspot.com/

    errei o link, hehe

    ResponderExcluir
  39. Meu amigo, mesmo sabendo do seu caráter e confiabilidade, você continua a me surpreender com uma capacidade extraordinária de me envolver empaticamente em sua sublime escrita. Tive que me render às lágrimas. Emocionante depoimento! Muito obrigado por tê-lo como leal companheiro e por poder chamá-lo de meu amigo1 Um grande abraço...

    ResponderExcluir
  40. Opa, valeu Victor! Estarei sempre passando por seu blog ^^

    http://www.empadinhafrita.blogspot.com

    ResponderExcluir
  41. Por que tinha que ser justo o Futebol a unir os dois?

    Gostei da crônica, apesar do futebol, afinal o Brasil é mais que isso...

    ResponderExcluir
  42. caraca, velho, que texto bem montado!
    eu nunca fui à Europa, então não posso dizer que sei se eles são preconceituosos ou não, mas quanto à nossa parte como potência isso eu não duvido e me orgulho por estar morando aqui no momento.

    além das fontes de água potável que temos, já começamos a desalinizar a água do mar, ficou sabendo disso? estamos até exportando ela. não sei como os mercados continuam vendendo aquela água Crystal que é da companhia da Cola-Cola, se temos tanto aqui, e de boa qualidade.

    sem mais.

    abraço

    http://baiucadobardo.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  43. Bem, eu também estou entre aqules que nunca foi a Europa. Mais apesar dos pesares, dos maus politicos, da corrupção e dos maus governantes, eu acredito muito na capacidade de superação do nosso pais diante da realidade que vivemos. Parabens pelo texto. Escrever, qualquer um escreve, agora ter oque escrver é o mais dificíl. Você não só sabe escrever como também tem oque escrver. Parabens de verdade. Obrigado pela visita lá no nosso blog.

    ResponderExcluir
  44. Ei príncipe da Latvéria, já tá na hora de fazer outra postagem né?

    Atualizei hoje passa lá depois.

    ResponderExcluir
  45. gostei mto, eu aqui denovo comentando \o

    http://www.bajseries.cz.cc/ (novo dominio)

    ResponderExcluir
  46. Muito bom, gostei. É envolvente e ti faz ficar vidrado até o final do texto.

    T+

    www.comdestaque.blogspot.com

    ResponderExcluir
  47. Uma realidade complexa, mas muito interessante.

    ResponderExcluir
  48. O que tem de melhor no Brasil, além das mulheres é o seu futebol.

    http://duo-postal.blogspot.com

    ResponderExcluir
  49. Victor,
    muito obrigada por colocar meu blog Humoremconto na tua lista de blogs!
    Abração
    http://anaceciliaromeu.blogspot.com

    ResponderExcluir
  50. Nossa que história maravilhosa..até me emocionei *_* de verdade vc tem muito talento!

    beijoss ;)
    http://laistefenixd.blogspot.com

    ResponderExcluir
  51. cara o Roberto Jefersom comentou no seu blog !

    cliquei na pagina e é ele mesmo...massa !

    historia legal !

    abraço

    ResponderExcluir
  52. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  53. Apesar de ser uma historia ficticia, tem muita coisa real nela.Tem isso, pra quem quiser saber mais !

    http://www.bbc.co.uk/portuguese/reporterbbc/story/2007/03/070309_barradosemmadrimb_ac.shtml

    ResponderExcluir
  54. Muito interessante o blog !
    Deixo o meu aqui caso queira dar uma olhada, seguir...;

    www.bolgdoano.blogspot.com

    Muito Obrigada, desde já !

    ResponderExcluir

Faça um comentario inteligente e pertinente, lembre-se que seu nome, e o nome do seu blog, vem logo depois !