quarta-feira, 16 de novembro de 2011

O formigueiro é humano

Outro dia uma senhora desabafou na fila de embarque do trem, sentido Conrinthians-Itaquera: “Esse metrô parece um formigueiro”.

  Para a linguagem popular, “formigueiro humano” é um lugar-comum; para seus milhões de usuários, o metrô de São Paulo é um lugar comum. Para mim, metrô e formigueiro têm mais em comum do que se pensa.

Alguns dias depois desse evento, parei para observar o vai-e-vem na estação Sé. Estava debruçado sobre o parapeito de concreto que circula o vão central. O sol da tarde se pusera; baforadas de vento desciam as escadarias e atravessavam as catracas assaltando os mal-agasalhados. Os radares descreviam uma sexta-feira de trânsito caótico e os termômetros anunciavam uma noite fria. Mas lá embaixo, nos vagões lotados, não havia espaço para o frio. Era horário de pico no formigueiro humano.

Todos os dias, 3,4 milhões de pessoas entram e saem dos vagões do metrô de São Paulo. São passageiros que correm e esbarram uns nos outros. Alguns deles abrem caminho na multidão a cotoveladas e precipitam-se para portas prestes a fechar. Crianças, mãos dadas aos pais, cambaleiam em meio à correnteza de pernas; outros, muito idosos, caminham encurvados na companhia de suas bengalas; alguns, em dupla, combatem o frio se amassando próximos a pilastras onde se lê o aviso: “área de embarque exclusivo para idosos”. Pela organização ou pela desordem: o formigueiro é humano.

Até o criativo Franz Kafka ficaria boquiaberto se presenciasse a metamorfose coletiva do metrô paulista. A certa altura da reflexão, lembrei-me do velho Bertold Brecht e seu clássico poema, “Se os tubarões fossem homens”. Então surgiu a dúvida inevitável: e se as formigas fossem homens?

Se as formigas fossem homens, cavariam imensos túneis, semelhantes aos primitivos formigueiros. A esses túneis dariam o nome de metrô. O metrô seria um importante meio de transporte para as formigas-estudantes, utilizado por algumas formigas-executivas, mas principalmente pelas formigas-operárias.

Se as formigas fossem homens, a tirania matriarcal das formigas-rainha estaria ameaçada. Claro que, por um princípio democrático, alguma delas teria que mandar nas demais. Caberia a essa formiga-governadora determinar quando é a hora de ampliar as linhas de metrô, embora se reconheça que formigas com vocação política pouco o utilizem.

Num gesto de civilidade, possível somente aos homens, as formigas aceitariam educadamente as condições precárias do metrô, apesar das disputas férreas travadas para ocupar os raros assentos vazios (nesse caso, vale até pisotear as patas traseiras de alguma semelhante). Afinal, isso seria compreensível, pois as formigas-operárias, famosas por sua força sobre-humana, carregam bolsas e mochilas pesadíssimas - como as que já se veem pelas estações pesando em ombros humanos.

Se as formigas fossem homens, enfim, raciocinariam. Portanto, teriam sentimentos os pequenos insetos. Algumas formigas, conscientes da própria miséria, fariam do metrô seu sepulcro, lançando-se desesperadas aos trilhos. Por questões de conveniência, algo tipicamente humano, uma voz soaria pelos alto-falantes dos vagões:

- “Paramos para retirada de objeto da linha”.



Um texto de Renan Xavier.
Ilustração : Novais

19 comentários:

  1. Victinho, tudo bem?
    Se as formigas fossem homens já teriam feito duas guerras mundiais e outros tantos conflitos, metade delas passaria fome e a outra metade faria regime. Essa seria a vida das pobres formigas!

    Perfeita analogia e inspiração em Brecht, muito inteligente você!
    Beijos e ótimo dias :)

    ResponderExcluir
  2. Tem muita gente que passa a vida toda achando que animais são inferiores (intelectualmente ou não) aos seres humanos, mas se esquecem de avaliar suas próprias vidas e verem que agem de forma muito pior do que qualquer animal.
    Excelente crônica, Victor.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  3. Muito bom texto, se eu fosse uma formiga e meus filhos formiguinhas, eu não precisaria leva-las a escola todo dia!! Rsrsrsrs... brincadeira.

    O texto fala de algo serio, eu mesma estou cansada desse tipo de coisa é falta de respeito, é falta de decoro, nesse Brasil falta tudo!! Daí somos obrigados muitas vezes a viver como formigas!! Abração!!

    ResponderExcluir
  4. Já tinha lido...esse texto é muito bom ! Parabéns pro Renan, incrivelmente talentoso!=)

    Jessie.

    ResponderExcluir
  5. Oi, Víctor!
    As formigas são muito mais trabalhadoras, organizadas socialmente e unidas que a humanidade.
    Há um consciência coletiva maior que a humana e não usa de violência com o próximo.
    Em termos familiar, não há egoísmo: é uma por todas e todas por uma. São mais civilizadas do que nós.

    Parabéns pela escolha do texto!

    Abraços!

    ResponderExcluir
  6. Muito bom esse texto, ótima escolha!
    Formigas são bem mais organizadas que humanos...em compensação vivem sempre igual!
    Beijo e boa semana! Parabéns pelo blog!

    ResponderExcluir
  7. Parabéns pelo blog... show de bola!!!

    Entre no meu e se gostar clique em curti e deixe um comentario!

    Abraço,
    PREGUIÇA ALHEIA.
    _________________________
    http://www.preguicaalheia.com

    ResponderExcluir
  8. Muito bom texto do Xavier,

    se as formigas fossem humanas, elas não seriam tão organizadas

    ResponderExcluir
  9. VICTOR VON SERRAN, acho que precisamos aprender mais com as formigas, como conviver em grupo! rs... elas são muito mais 'sábias' que os humanóides, nesse quesito!
    Obrigada por aparecer em meu cantinho... Estou adorando o grupo BLOGOSFERA NO FACEBOOK... Confesso que precisei pesquisar no tio “gúgol” o que é swordplay... caramba! Fiquei surpresa, pois nem sabia que existia! Bacana... Sobre Spartacus, estou adorando... A história é fantástica e realmente, uma pena a morte do ator. Super abraço e volte sempre!

    ResponderExcluir
  10. Muitas vezes nos julgamos superiores, mas temos comportamentos dignos de animais. Predomina a lei do mais forte, na verdade, a lei do bolso mais cheio. Quem se sobressai nesse aspecto, não presisa se sujeitar a esta situação humilhante.
    Se os homens não fossem formigas, com certeza seriam sardinhas enlatadas.
    Ótimo texto!
    Até a próxima.

    ResponderExcluir
  11. ' Adoreei o texto, parabéeens Ree!

    Anne =)

    ResponderExcluir
  12. Victor, um grande abraço. Quisera, fosse nós como as formigas. Se assim fossemos haveria no exemplo que elas nos passam, mais respeito, mais cumplicidade, mais união e mais amor ao seu próximo

    ResponderExcluir
  13. Gostei do texto, gostei muito mesmo!
    Muito inteligente a alegoria do formigueiro, a comparação com o metrô e a forma com é feita sutilmente uma crítica à nossa forma de viver, à nossa pequenez... Muito bom!

    ResponderExcluir
  14. Querido Víctor, seu texto arrepiou-me! Moro em uma cidade do interior que nem metrô tem, nem tanta gente para usar, embora já tenha ido a São Paulo e viajado de metrô, me acotovelando como vc disse. Creio que se os homens fossem formigas, tudo seria bem mais organizado. Adorei! Beijoss

    ResponderExcluir
  15. Victinho,
    vim para te agradecer as maravilhosas palavras lá no Humoremconto, e sinto que são sinceras!
    Você percebeu que estamos formando uma família blogosferal? rsrs
    Temos amigos em comum, feras e de fé! :)
    Grande beijo e te cuida! Excelente fim de semana!!!

    ResponderExcluir
  16. se as formigas fossem homens o formigueiro não ia pra frente. ia ter corrupção, superfaturamento na construção dos formigueiros que iam ser feitos com barro de qualidade inferior ao que constava na nota fiscal, e ia haver desabamento. As graminhas iam ser desviadas para as classes mais abastadas. ia ser um caos formigal!

    ResponderExcluir
  17. Pertinente? Veremos...

    Se as formigas fossem homens, os homens seriam o que? Talvez gigantes, que olham para elas do alto e e pensam "pfff, formigas...". Certamente abririam aparelhos de comunicação para além do entendimento das formigas e falariam com seus camaradas a respeito delas. Jogando na escala, bom, deve ter alguém sobre o planeta postando sobre nós para seus camaradas também.

    ResponderExcluir
  18. Parabéns.Você escreve muito bem...

    ResponderExcluir
  19. Se as formigas fossem homens, elas seriam loucas. Se os homens fossem formigas, eles seriam pelo menos mais organizados e educados. Queria eu escolher a qual animal ser. Parabéns Renan pelo belo texto!

    ResponderExcluir

Faça um comentario inteligente e pertinente, lembre-se que seu nome, e o nome do seu blog, vem logo depois !